Registre o empregado temporário e evite problemas

Fonte: Fato Gerador
16/11/2020
Legislação

A oferta de vagas temporárias para o Natal deste ano deve ser a menor desde 2015, auge da crise econômica anterior. No entanto, se a sua empresa é uma das que pretende contratar empregados temporários é importante tomar alguns cuidados.

A primeira dica e a mais importante é: faça o registro do empregado antes dele iniciar as sua atividades. Mesmo quando ele é contratado por um período de poucos meses é fundamental que ele seja registrado.

Uma das maneiras para fazer esse tipo de contratação é por meio de uma empresa especializada em empregos temporários. Essa agência é responsável pelo processo de seleção e pelo pagamento do salário e demais encargos. A vigência desse tipo de contrato não pode exceder o prazo de 180 dias, podendo ser prorrogado por até 90 dias. 

Outra alternativa é por meio do contrato de experiência. Nesse caso, no entanto, o prazo máximo do contrato é de 90 dias. Nos dois casos, o trabalhador temporário tem todos os direitos de um empregado regular, como salário da categoria, férias e 13º proporcionais, além do repouso semanal remunerado.

Desenvolvido por:

Desenvolvido por: